PF cumpre mandados de prisão em Itacarambi.

Jornal moc.com
A Polícia Federal cumpre na manhã desta quinta-feira (28), quatro mandados de prisão durante a “Operação Veredas 2″, que visa desarticular uma organização criminosa que desviava recursos de municípios do Norte de Minas Gerais.
A ação é um desdobramento da operação Sertão Veredas, realizada em maio de 2013, quando e PF cumpriu cerca de 45 mandados judiciais.
Nesta nova etapa, outras fraudes estão sendo investigadas pela polícia, e quatro mandados estão sendo cumpridos nesta quinta-feira.
Dos quatro mandados, dois já foram cumpridos contra o ex-prefeito de Itacarambi, Rudimar Barbosa, e o chefe da organização, que foram presos durante a Operação Sertão Veredas.
Eles são acusados de formação de quadriha, falsidade ideológica, fraude em licitação e desvio de recursos públicos. Segundo a PF, a soma de todos os crimes pode chegar a 25 anos de prisão.De acordo com o delgado da Polícia Federal, Thiago Garcia Amorim, a quadrilha fraudou uma licitação em Itacarambi.
Segundo ele, a prefeitura da cidade lançou um edital de limpeza de um terreno, e a empresa vencedora do pregão teria cobrado R$ 146 mil. Porém, na mesma licitação, uma outra empresa teria cobrado pelo mesmo serviço o valor de R$ 11 mil.
“O desvio do dinheiro público nesse caso foi de 100%, pois quem acabou fazendo a limpeza desse terreno foram funcionários da própria prefeitura”, disse o delegado.
NOTA DA REDAÇÃO: Os outros dois mandados também foram cumpridos na manhã desta quinta, contra o empresário Franklin Crispim, sócio e irmão de Corby e contra o empresáio Fábio Durães.

Comentários