Em crise financeira, prefeitos mineiros decidem paralisar atividades

 Paralisação das prefeituras de Minas Gerais
Aproximadamente 450 municípios ligados à Associação Mineira dos Municípios (AMM) planejam uma paralisação na próxima segunda-feira, dia 24. Segundo o presidente da AMM, Antônio Júlio, a maioria deles paralisará todas as atividades administrativas, mantendo apenas os serviços de saúde e as aulas. “O que não faremos mais, a pedido do governador, do vice-governador e do presidente da Assembleia, é o bloqueio de importantes estradas do Estado. Essa era uma ação prevista para chamar a atenção não só do governo do estado, como do governo federal e da população da cidades. A população acha que o município está em dificuldades por incompetência dos prefeitos”, explicou.
Ainda segundo Antônio Júlio, o que os prefeitos mais desejam nesse momento é a revisão do Pacto Federativo. “Enquanto a União ficar com praticamente 80% dos impostos, os municípios vão continuar no CTI. E o pacto federativo já está no Congresso Nacional, que precisa se atentar para o momento que os municípios vivem”, solicitou.
Sobre o edital do BDMG, Antônio foi crítico. “Infelizmente os grandes municípios serão beneficiados. São mais organizados, têm mais condição. Mas isso é algo que o Pimentel está tentando mudar. Tanto que o Crocco falou que não podemos tratar os desiguais de forma igual”, ponderou.(AMM)


NOTÍCIAS EM DESTAQUE DA SEMANA

ACIDENTE DE CARRO NA BR 135 COMOVE POPULAÇÃO DE ITACARAMBI.

Acidente mata uma pessoa na BR-135, em Itacarambi

POLÍCIA MILITAR DE ITACARAMBI PRENDE RAPAZ SUSPEITO DE TRÁFICO DE DROGAS NO BAIRRO TANCREDO NEVES

CORPO DE HOMEM É ENCONTRADO NA COMUNIDADE DE SERRARIA ENTRE JAÍBA E ITACARAMBI

FORMATURA DOS ALUNOS DA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOSEFINO BARBOSA DO ANO DE 2018