Casal é preso suspeito de estuprar e esfaquear jornalista em Minas

Um casal foi preso na manhã de quarta-feira (14) suspeito de estuprar e esfaquear uma jornalista em Dom Cavati, na região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. Segundo a Polícia Civil, a mulher presa relatou que o crime foi motivado porque a vítima teria espalhado boatos sobre a autora.De acordo com o BO (Boletim de Ocorrência) da PM (Polícia Militar), a jornalista estava em sua casa na noite de terça-feira (13) quando recebeu a visita do casal de namorados. Ela recebeu ambos em sua residência, pois conhecia a mulher. No entanto, enquanto preparava um café, foi surpreendida com as agressões dos autores.Ela contou que foi agredida com chutes, socos e tapas e, em seguida, a mulher também desferiu um golpe de faca em seu braço. Após algum tempo, a suspeita pediu que o namorado retirasse as roupas das vítima e ambos começaram a estuprá-la.Ainda conforme a Polícia Civil, durante as agressões, o telefone da jornalista chegou a tocar, momento em que ela conseguiu fugir. Mas, o casal conseguiu capturá-la novamente, e retomou as agressões. E, ao final, ameaçaram a vítima de morte caso ela acionasse a polícia.Com a saída do casal, a jornalista ligou para a irmã, que acionou a PM e também socorreu a vítima até um hospital da cidade. Ela foi atendida e não corre risco de morte. Já os suspeitos foram presos pela PM no dia seguinte.A mulher confessou o crime e disse que a vítima estaria espalhando boatos a seu respeito. Ela contou à polícia que a jornalista estaria dizendo que a autora teria pegado um cheque emprestado com ela e não pagou. Já o homem negou participação no caso.Ambos foram indicados por estupro e tentativa de homicídio e estão presos no Presídio de Inhapim, também na região. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. (fonte r7.com)


Comentários