quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Vereador que incendiou casa de amante renuncia

O vereador de Itabira Carlos Henrique da Silva, o Carlinhos Sacolão (PP), renunciou ao mandato nesta semana após ter a condenação por segunda instância confirmada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Em sua carta de renúncia, lida durante a reunião ordinária da última terça-feira, ele atribui sua saída unicamente a motivos de saúde. No entanto, o Aparte apurou que sua saída estaria relacionada à condenação criminal em segunda instância.
Em 2013, Silva foi condenado a seis anos, quatro meses e cinco dias de prisão em regime semiaberto. Decisão tomada com base no artigo 250 do Código Penal, por causar incêndio em casa habitada. Silva recorreu, mas o TJMG manteve a condenação. Procurado em seu gabinete, por e-mail e celular, o ex-vereador não retornou os contatos.

Segundo o processo, um sujeito não identificado ateou fogo no imóvel a mando do ex-vereador Carlos Henrique da Silva. O local, segundo a investigação, era o endereço de sua amante, que não estava em casa. Inconformado com o fim do relacionamento extraconjugal, Silva teria decidido pelo delito. No acórdão, a desembargadora e relatora do processo, Kárin Emmerich, ressalta que não há dúvidas de que o réu praticou o delito, afirmando que as provas “permitem a condução com tranquilidade a um juízo de certeza e verdade”. Ela também não acatou o pedido de redução de pena, lembrando a forma dolosa como o crime foi praticado. O prejuízo causado pelo incêndio foi calculado em R$ 120 mil.
O empresário Allaim Gomes (PDT) assume a cadeira de Carlinhos Sacolão na
Câmara.(JORNAL O TEMPO)
(JORNAL O TEMPO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGEM EM DESTAQUE

Alunos da Creche Gente Inocente retornam às aulas após 15 dias do ataque em Janaúba

Os alunos da Creche Gente Inocente, incendiada pelo vigia  Damião Soares dos Santos , retornaram às aulas na manhã desta quinta-feira (19...