XAKRIABÁS FECHAM A BR-135 EM SÃO JOÃO DAS MISSÕES

foto de lélia alves


Um protesto comandado por lideranças da etnia Xakriabás fecha a BR-135 na altura de São João das Missões, na saída para Januária, no extremo Norte de Minas. Município que abriga o maior contingente indígena no Estado. Os indígenas denunciam projetos que tramitam no Congresso Nacional que avaliam como de interesse do agronegócio. Um deles é a PEC 215, que tenta retirar do Xxecutivo a responsabilidade sobre a garantia da demarcação dos territórios tradicionais dos povos indígenas e comunidade quilombola.Segundo informações preliminares, os índios protestam contra liminar que determinou a reintegração de posse da Fazenda São Judas Tadeu, na localidade de Várzea Grande, no município vizinho de Itacarambi.
A propriedade foi invadida por cerca de 500 índios xakriabás, em setembro de 2013. Os índios alegaram, na ocasião, que a fazenda é parte da área que pertenceu aos antepassados dos atuais remanescentes da etnia. Eles cobravam do governo a conclusão do processo de demarcação de novos limites para a reserva Xakriabás, considerada o maior grupamento indígena em Minas.Neste momento é grande o congestionamento nos dois sentidos da BR-135. Há forte policiamento no local, imprensa e curiosos. Segundo uma fonte, os índios reivindicam também a retomada da pavimentação da BR-135 entre Manga e Itacarambi, cujas obras foram paralisadas exatamente por suspeitas de que haveria um cemitério indígena no traçado da rodovia justamente na altura de São João das Missões.(fonte Jornalista Luis Cláudio Guedes)

Comentários