Aliados pretendem entrar com pedido de liminar para manter candidatura de Ruy Muniz

Reprodução
Os aliados de Ruy Muniz anunciaram, neste sábado, que entrarão com pedido de liminar para manter a candidatura do prefeito afastado, mas os atos de campanha dele foram suspensos pela coordenação em atendimento à decisão do juiz Antônio Rosa. Na manhã deste sábado, estava prevista uma "concentração" na Praça da Catedral, seguida de caminhada nas ruas centrais da cidade. Todas as atividades foram suspensas. "Embora nosso jurídico esteja providenciando recurso para manter a candidatura, suspendemos a caminhada e outras ações para não gerar nenhuma impressão de que haja algum tipo de confronto com a decisão do juiz", afirmou o coordenador da campanha do PSB, Luciano Guimarães. 
Enquanto isso ativistas dos outros candidatos a prefeito, Humberto Souto (PPS), Jairo Ataíde(DEM) e Leninha Souza (PT) investem na tentativa de abocanhar votos do "legado" de Muniz, apostando que ele nao conseguirá reverter a situação a seu favor. Com prisao preventiva decretada, o prefeito afastado continua foragido.

CANCELAMENTO DA CHAPA 
O juiz eleitoral Antônio Rosa, de Montes Claros, cancelou nesta sexta-feira a chapa de Ruy Muniz (PSB), após o candidato a vice-prefeito Danilo Fernando Macedo (PMDB) desistir de concorrer. Ruy Muniz teve prisão preventiva decretada na quinta-feira pela Justiça por suspeita de desvio de verba na compra de combustíveis para a Empresa Municipal de Obras, Serviços e Urbanização (Esurb) e está foragido. A decisão da 1ª instância cabe recurso. Sobre a possibilidade de prisão de Muniz dentro do prazo de 15 dias ainda restam dúvidas se ele poderá ser preso ou não, caso reapareça a partir deste sábado.(jornal o EM)

Comentários