Pular para o conteúdo principal

Governo Federal decreta situação de emergência pela seca em Bocaiuva

Foto tirada do Rio do Onça há 10 dias (Foto: Saae/Arquivo Pessoal)
Bocaiuva, no Norte de Minas Gerais, foi um dos municípios que teve a situação de emergência decretada pelo Governo Federal. Após a medida, é possível pedir apoio em ações de socorro, assistência e o restabelecimento de serviços essenciais. Além de ter acesso a outros benefícios, como renegociação de dívidas e compra de cestas básicas. Claro dos Poções e Lassance também foram incluídos no decreto publicado no Diário Oficial nesta segunda-feira (19).
Na zona urbana, 12 mil domicílios de Bocaiuva são abastecidos pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). A Água vem de uma barragem construída há cerca de 40 anos. Segundo o Saae, pela primeira vez na história, o Rio do Onça, que leva água até a represa secou. As últimas chuvas significativas na região foram em março.
“A água que está na barragem é suficiente para os próximos 15 dias no máximo. Nunca o município passou por uma situação tão crítica”, fala Juscelino Oliveira, diretor geral do Saae.
Por causa do nível da represa do Rio do Onça, um sistema de captação do volume morto será instalado na tarde desta segunda. “Contratamos 10 caminhões-pipa, que trabalham 24 horas por dia. Temos uma escala de revezamento para abastecer os domicílios, quando a água não chega até esses locais, mandamos os caminhões até os que têm prioridade, como escolas por exemplo”, explica Juscelino Oliveira.

O abastecimento da zona urbana conta ainda com 25 poços artesianos, mas com a demanda, a vazão deles reduziu pela metade, por isso está sendo necessário buscar água em poços particulares.
“O decreto é a ferramenta institucional para facilitar ações de municípios no enfrentamento da crise, principalmente questões relacionadas às compras, equipamentos e contratos. Estamos vivendo um período de exceção e que exige decisões rápidas, afinal estamos lidando com o abastecimento de água destinado à população. A Administração tem a possibilidade de agir mais rapidamente, já que o processo normal é demorado”, finaliza Juscelino Oliveira.

Já na zona rural, cerca de 30 comunidades rurais estão sendo abastecidas pela Prefeitura. “Estamos com dois caminhões-pipa trabalhando todos os dias com a exceção do domingo, é uma demanda que só cresce, porque muitos córregos secaram e os poços estão com a vazão bastante reduzida. Além disso, abastecemos também parte das 700 famílias de um assentamento em Engenheiro Dolabela”, diz José Nedir Pereiria, secretário de Desenvolvimento Rural.
Em relação aos córregos, Pereira diz que 20 deles que nunca haviam ficado sem água estão completamente secos. Com a estiagem, que segundo o secretário já dura cinco anos, muitos produtores perderam toda a lavoura e tiveram que vender os animais. “Vemos filhos que deixam a roça para buscarem emprego na cidade, porque acreditam que não têm mais como viver no campo”, destaca.
Com informação do g1 grande minas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COORDENADORIA DE TURISMO DE ITACARAMBI REALIZA REUNIÃO COM TAXISTAS E EMPRESAS DE TURISMO

A Prefeitura de Itacarambi através da Coordenadoria Municipal de Turismo quer Investir no setor de turismo é viabilizar mais renda e emprego em Itacarambi. Esse é o objetivo da Prefeitura de Itacarambi. Foi por isso que a Coordenadora de Turismo Claudia Seixas realizou na tarde desta quarta-feira, reunião com taxistas da cidade com o objetivo de falar sobre a importância destes profissionais como divulgadores das potencialidades locais. A reunião aconteceu na Coordenadoria de Turismo. Os profissionais receberam diversas orientações sobre como incentivar o turismo junto aos clientes e ainda ganhar com isso. Na mesma ocasião, os taxistas e operadores de empresas de turismo receberam um formulário onde poderão se cadastrar no CADASTRU a nível Nacional e na SETUR a nível Estadual. A Coordenadora Cláudia disse ainda que estará à disposição de todos para ajuda-los em qualquer ocasião. Falou que em breve todos os taxistas poderão participar de um curso de capacitação realizado pelo SEBRAE mina…

Brigadistas tentam conter incêndio no Parque Estadual da Mata Seca, em Manga

Cerca de 35 pessoas tentam combater um incêndio no Parque Estadual da Mata Seca, em Manga, no Norte de Minas nesta quarta-feira (18). O Parque possui mais de 10 mil hectares, segundo a Secretaria de Meio Ambiente (Semad). Os focos, de acordo com a coordenadora regional do Previncêndio em Januária, Naima Porto, atinge uma área de lagoas dentro do Parque. Várias denúncias apontam que o fogo tenha sido provocado por uma ação criminosa. “Desde domingo (15) estamos trabalhando no combate a estas chamas. Hoje conseguimos conter o primeiro foco e logo fomos acionados para este outro ponto. As denúncias apontam que três caçadores e pescadores são os responsáveis pelo início das chamas”, explica a coordenadora. Funcionários do Instituto Estadual de Floresta (IEF), brigadistas da Semad, Previfogo e ICMBio, trabalham na área na tentativa de conter o avanço do fogo. Nailma Porto afirmou que a Polícia Militar de Meio Ambiente foi acionada. Na tarde desta quarta-feira uma equipe da PM foi enviada ao l…

Motorista perde controle de carreta com etanol e capota em trevo da BR-365, em Pirapora

Um motorista de uma carreta que transportava etanol capotou o veículo na BR-365 na tarde desta quinta-feira (19), na saída de Pirapora para Buritizeiro, no Norte de Minas. De acordo com Corpo de Bombeiros, o condutor tentava fazer a rotatória quando perdeu o controle do veículo e saiu da pista. Ele sofreu escoriações no rosto e foi encaminhado para o Hospital Municipal de Pirapora. Ainda de acordo com os militares, houve vazamento do etanol próximo à rodovia e, por ser um material perigoso, foi necessário fazer o resfriamento da carga; até a publicação desta matéria, a equipe permanece no local para fazer a prevenção, até que a carreta seja retirada. O trânsito no local flui em meia pista. Situação que pode ser normalizada apenas nesta sexta-feira (20), de acordo com o Corpo de Bombeiros.(G1 GRANDE MINAS)