Pular para o conteúdo principal

Agricultor do Norte de Minas reduz mais de 80% no consumo de água e energia com investimento em irrigação localizada

O agricultor Manoel Marcos Cardoso – conhecido como Netinho – tem se mostrado um grande exemplo para as comunidades rurais que trabalham com agricultura em Claro dos Poções, no território Norte. Com o apoio da Emater-MG, ele implantou um projeto na sua propriedade utilizando a irrigação localizada e microaspersão. Com isso, reduziu em mais de 80% o consumo de água e energia elétrica.Netinho mora na comunidade rural do Brejão e, em fevereiro deste ano, começou a adotar práticas racionais de cultivo e métodos de irrigação com menor impacto ambiental. Ele conta que, antes, trabalhava com o modelo de irrigação convencional e pagava, mensalmente, em torno de R$ 1.150 a R$ 1.400 de energia elétrica. Com a implantação do novo método, esses valores passaram a variar de R$ 120 a R$ 190. No uso da água, também houve redução expressiva. Antes, ele gastava 38 horas para irrigar dois hectares. Agora, gasta em média oito horas para irrigar a mesma área.O técnico da Emater-MG, Manoel Cardoso, é o autor do projeto e acompanhou este trabalho desde o início. Segundo ele, a água utilizada para irrigar vem do rio São Lamberto com a autorização legal do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). “A principal proposta do projeto seria a utilização racional dos recursos naturais e econômicos, com o objetivo de aumentar a produtividade e melhorar a qualidade de vida do agricultor familiar. Com isso, conseguimos diminuir os impactos ambientais, ou seja, produzir alimentos saudáveis, evitar o desperdício de água, reduzir os custos com energia elétrica e utilizar métodos naturais de controle de pragas e doenças”, afirma.Para implantar o projeto, Netinho teve que fazer um investimento na propriedade, adequando ao novo sistema de irrigação e às culturas envolvidas. “Estou muito satisfeito com os resultados que consegui, pois tive um retorno rápido e expressivo. Hoje, me tornei exemplo para os meus colegas em Claro dos Poções e outros municípios vizinhos, que já vieram conhecer o projeto”, comenta o agricultor.Atualmente, o agricultor cultiva quiabo, maxixe, coentro, alface americana, lisa e crespa, cebolinha, milho doce, dentre outras. O maracujá ocupa um hectare e é a cultura que desperta maior expectativa de rendimento. Está no sexto mês de implantação, iniciando a fase de florescimento. Os produtos são vendidos no município de Claro dos Poções.As mudanças no trabalho do agricultor foram expressivas, não só na economia de água e energia elétrica, mas também na forma de combater as pragas. O controle é feito com a utilização de extratos naturais de plantas. Satisfeito com a dimensão que o seu negócio tomou, Netinho se mostra bastante satisfeito com a assistência da Emater-MG. “É muito importante o acompanhamento que tenho. Isso foi imprescindível para o sucesso desse projeto”, finaliza o agricultor.


Horta do agricultor Netinho, em Claro dos Poções (Divulgação/Emater-MG)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COORDENADORIA DE TURISMO DE ITACARAMBI REALIZA REUNIÃO COM TAXISTAS E EMPRESAS DE TURISMO

A Prefeitura de Itacarambi através da Coordenadoria Municipal de Turismo quer Investir no setor de turismo é viabilizar mais renda e emprego em Itacarambi. Esse é o objetivo da Prefeitura de Itacarambi. Foi por isso que a Coordenadora de Turismo Claudia Seixas realizou na tarde desta quarta-feira, reunião com taxistas da cidade com o objetivo de falar sobre a importância destes profissionais como divulgadores das potencialidades locais. A reunião aconteceu na Coordenadoria de Turismo. Os profissionais receberam diversas orientações sobre como incentivar o turismo junto aos clientes e ainda ganhar com isso. Na mesma ocasião, os taxistas e operadores de empresas de turismo receberam um formulário onde poderão se cadastrar no CADASTRU a nível Nacional e na SETUR a nível Estadual. A Coordenadora Cláudia disse ainda que estará à disposição de todos para ajuda-los em qualquer ocasião. Falou que em breve todos os taxistas poderão participar de um curso de capacitação realizado pelo SEBRAE mina…

Brigadistas tentam conter incêndio no Parque Estadual da Mata Seca, em Manga

Cerca de 35 pessoas tentam combater um incêndio no Parque Estadual da Mata Seca, em Manga, no Norte de Minas nesta quarta-feira (18). O Parque possui mais de 10 mil hectares, segundo a Secretaria de Meio Ambiente (Semad). Os focos, de acordo com a coordenadora regional do Previncêndio em Januária, Naima Porto, atinge uma área de lagoas dentro do Parque. Várias denúncias apontam que o fogo tenha sido provocado por uma ação criminosa. “Desde domingo (15) estamos trabalhando no combate a estas chamas. Hoje conseguimos conter o primeiro foco e logo fomos acionados para este outro ponto. As denúncias apontam que três caçadores e pescadores são os responsáveis pelo início das chamas”, explica a coordenadora. Funcionários do Instituto Estadual de Floresta (IEF), brigadistas da Semad, Previfogo e ICMBio, trabalham na área na tentativa de conter o avanço do fogo. Nailma Porto afirmou que a Polícia Militar de Meio Ambiente foi acionada. Na tarde desta quarta-feira uma equipe da PM foi enviada ao l…

Motorista perde controle de carreta com etanol e capota em trevo da BR-365, em Pirapora

Um motorista de uma carreta que transportava etanol capotou o veículo na BR-365 na tarde desta quinta-feira (19), na saída de Pirapora para Buritizeiro, no Norte de Minas. De acordo com Corpo de Bombeiros, o condutor tentava fazer a rotatória quando perdeu o controle do veículo e saiu da pista. Ele sofreu escoriações no rosto e foi encaminhado para o Hospital Municipal de Pirapora. Ainda de acordo com os militares, houve vazamento do etanol próximo à rodovia e, por ser um material perigoso, foi necessário fazer o resfriamento da carga; até a publicação desta matéria, a equipe permanece no local para fazer a prevenção, até que a carreta seja retirada. O trânsito no local flui em meia pista. Situação que pode ser normalizada apenas nesta sexta-feira (20), de acordo com o Corpo de Bombeiros.(G1 GRANDE MINAS)