Homem investigado por fornecer drogas em Manga e região é preso

Dez pessoas foram presas, na manhã desta quarta-feira (15), em uma operação de combate ao tráfico de drogas no Norte de Minas. De acordo com a Polícia Civil, três homens presos em Montes Claros são apontados como fornecedores e distribuidores das drogas na região. Um deles, de 29 anos, usava documentos falsos para viver na cidade com a família.
De acordo com o delegado Bruno Fernandes Barbosa, as investigações começaram em setembro de 2016 depois de um forte apelo popular. "A população pediu por uma resposta. Mapeamos o tráfico nos bairros da cidade e chegamos a algumas pessoas envolvidas em alimentar este mercado. Na manhã de hoje, com a participação da Polícia Militar, cumprimos os mandados de prisão preventiva; sete em Manga e três em Montes Claros. Em Montes Claros, fizemos a prisão de um homem ontem, de tarde, para evitar fugas", explica.
De acordo com a Polícia Civil, o homem de 29 anos preso em Montes Claros é investigado por fornecer e distribuir drogas nas regiões de Janaúba à Manga. Em agosto de 2014, ele foi preso em Japonvar com 11 kg de drogas, avaliadas em R$ 121 mil. Ele ficou preso na cadeia de Brasília de Minas, mas fugiu. Atualmente, ele trabalhava como construtor de casas em Montes Claros.
"Ontem, eu o prendi quando ele saia de casa para levar um dos filhos na escola. Ele vive bem, em uma casa no Bairro Jardim Liberdade. Para viver uma vida normal, ele usava documentos falsos. A esposa dele também será investigada por lavagem de dinheiro e associação criminosa", detalha.
Cães farejadores foram utilizados na operação (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Cães farejadores foram utilizados na operação
(Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos cinco quilos de pasta base de cocaína, crack e maconha, além de uma espingarda. Os presos responderão pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, associação criminosa e lavagem de dinheiro."Esperamos desarticular o tráfico de drogas em Manga e enfraquecer este mercado em cidades como Jaíba e Matias Cardoso", conclui.Sessenta policiais militares e civis de Montes Claros, Manga, São João das Missões, Montalvânia e Juvenilha participaram da operação conjunta.(g1 grande minas)