Incêndio atinge unidade de conservação do Peruaçu

  Bombeiros de Januária, brigadistas e guardas florestais tentam conter um incêndio que atinge uma Unidade de Conservação Ambiental nas Cavernas do Peruaçu, em São João das Missões, nesta segunda-feira (20). O Instituto Estadual de Florestas, por meio do previncêndio, também participa do combate às chamas e há possibilidade de uma aeronave ser acionada. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o chamado aconteceu no sábado (18), mas há informações que as chamas começaram na quinta-feira (16).
Há possibilidade de uma aeronave ser acionada (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Há possibilidade de uma aeronave ser acionada
(Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
No sábado, uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local e a área atingida pelas chamas, estimada por eles, foi de 20 alqueires. Ainda não há informações atualizadas sobre o incêndio e as causas são desconhecidas.
“Cinco bombeiros e sete brigadistas foram para o local hoje. Lá não pega celular e a comunicação é difícil, são 40 km de estrada de terra e 40 km de asfalto. O local do incêndio é uma área de várzea, difícil para combater às chamas. Há muitas raízes, e a vegetação está seca. Há, também, muita estrutura orgânica e o fogo queima dentro do chão. Geralmente, o combate feito é por meio de valas com água. No sábado, não tivemos condições de fazer essa vala por falta de uma bomba”, explica do sargento dos bombeiros, Eurigo Antunes de Souza.
De acordo com a coordenadora do previncêndio de Januária, Nailma Porto, há possibilidade de uma aeronave ajudar no combate ao incêndio. "O previncêndio está apoiando o combate às chamas com um veículo, dois guardas dos parques da unidade vizinha e combustível para moto bombas. Estamos aguardando resposta da gerente da unidade para ver a necessidade de aeronave. O previncêndio faz parte do Instituto Estadual de Florestas e atuamos nas unidades Estaduais. Porém, como é previsto em decreto, também podemos dar apoio às unidades federais", explica(G1 grande minas)

Comentários