Ministro Marco Aurélio, do Supremo, concede liminar e ex-goleiro Bruno deve ser solto ainda hoje(24/02)


Condenado em Minas a 22 anos e 3 meses de prisão por seqüestro, morte e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio, o goleiro Bruno Fernandes deve deixar ainda hoje a prisão. O ministro Marco Aurélio Melo, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liberdade provisória a Bruno, que está preso na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado, em Santa Luzia. 
ALVARÁ
“O alvará foi emitido na noite de ontem e já está na Vara de Execuções Penais de Santa Luzia”, diz o advogado do ex-goleiro do Atlético e Flamengo. Bruno foi condenado em 2013 e, entre outras coisas, tentou ser removido para o presídio de M. Claros, o que levantou resistência da população local.
RECORRER
A medida decidida permitirá ao goleiro recorrer em liberdade de sua condenação pelo sequestro, morte e ocultação do cadáver da modelo. (MONTES CLAROS.COM)

Comentários