Cinco pessoas são detidas por pesca ilegal no município de São Francisco

Quatro homens, com idades entre 21 e 26 anos, foram presos e um menor, de 16, apreendido por pesca ilegal na manhã desta quarta-feira (15) em São Francisco, no Norte de Minas. Com os envolvidos foram apreendidos quase dez quilos de peixes, duas tarrafas e ainda um cágado, que seria abatido.
Militares do 5º Grupamento de Polícia de Meio Ambiente foram até a Lagoa Grande, que fica na comunidade de mesmo nome, durante uma operação de rotina e encontraram os homens pescando na lagoa.
“Eles usam uma prática de agitar a água e ela fica muito suja. Assim, falta oxigênio aos peixes tornando sua pesca ainda mais fácil”, explica o comandante do 5º Grupamento, sargento Manoel Conceição Rocha.
A pesca na Lagoa Grande, segundo o comandante, é proibida e ela está interditada. Atualmente, devido ao período de seca, a água é usada para abastecer as residências da comunidade. “Ela é muito útil para toda a comunidade. Hoje usam a água para cozinhar e para beber. Os moradores têm denunciado esta prática ilegal de pesca, pois a água que é captada chega muito suja às casas da região”.
Devido ao número de denúncias, os militares fazem patrulhamentos periódicos no local. No sábado (11) outros quatro homens foram detidos enquanto pescavam na Lagoa Grande.
Os peixes apreendidos nesta quarta-feira foram doados ao Asilo São Francisco de Assis, após um laudo pericial, segundo a PM. O cágado foi solto no Rio São Francisco. A PM afirma que a multa aplicada por tarrafa apreendida foi de R$ 897,09.

COM INFORMAÇÃO: www.aconteceunovale.com.b

Comentários