PM de Meio Ambiente apreende carnes de caititu.

A Polícia Militar de Meio Ambiente apreendeu em Riachinho, no Noroeste de Minas, carnes abatidas de caititu, espingardas e armadilhas, na noite desta segunda-feira (3). Uma mulher, de 50 anos, foi presa suspeita de ser responsável pelo material. Durante a ocorrência, os militares encontraram ainda centenas de queijos armazenados de forma irregular, em caixas d’água com salmoura. A Polícia Civil, Ministério Público e Instituto Mineiro de Agropecuária foram notificados do armazenamento impróprio do alimento.
PM apreendeu oito espingardas e um revólver (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
PM apreendeu oito espingardas e um revólver
(Foto: Polícia Militar/Divulgação)
De acordo com o tenente Paulo Vidal, o material da caça foi apreendido em uma casa no Povoado de Caio Martins. “Logo na entrada do Povoado, encontramos o material da caça com oito espingardas e um revólver. O marido e os filhos da mulher, que foi conduzida para a delegacia de Unaí, estão viajando, mas já foram identificados. Eles são suspeitos de praticarem caça irregular”, explica.
No quintal da casa, os militares encontraram queijos no chão e em caixas. Em uma propriedade da família, a 3 km do local da abordagem, os militares encontram 18 caixas d’água de 500 litros com queijos.
Queijos estavam em salmoura, segundo a PM (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Queijos estavam armazenados de forma irregular,
segundo a PM (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
As caixas d'água estavam espalhadas pelo quintal às margens de um ribeirão, no meio do mato. A salmoura que armazena os queijos estava com cheiro forte. A suspeita é que a família seja de ‘queijeiros’ da região, ou seja, atravessadores que compram os queijos de pequenos produtores, armazenam grandes quantidades e, depois, vendem aos comerciantes dos grandes centros. Inclusive, o pai e o filho estavam viajando para Brasília e, segundo a mulher, estavam vendendo queijos”, detalha.
A Polícia Militar registrou um boletim de ocorrência de irregularidade no armazenamento e distribuição e notificou a Polícia Civil e Vigilância Sanitária de Unaí, Ministério Público e IMA de Bonfinópolis.(g1 grande minas)
PM apreendeu carnes de caititu abatidas  (Foto: Polícia Militar/Divulgação)