Homem é preso suspeito de dopar e estuprar adolescentes em Salinas

Polícia Civil de Salinas prendeu na manhã desta sexta-feira (9), durante a operação Morfeu, um homem suspeito de dopar e estuprar adolescentes. Segundo a PC, a prisão cumpriu um mandado aberto através de um inquérito que polícia atuava há cinco meses. O suspeito, que tem 30 anos, foi preso em casa, onde os investigadores encontraram fotos feitas pelo autor de uma das vítimas do estupro.
Segundo a PC, até o momento, duas vítimas foram identificadas, sendo uma delas de 14 anos. O delegado do caso, José Eduardo Santos, explica que o homem levava as garotas para sua casa, onde administrava a medicação, usando clonazepam, também conhecido por rivotril, de uso controlado e venda sob prescrição médica.
"Ele administrava o remédio para as vítimas na casa dele e dava em um suco. Quando a vítima apagava, ele cometia os abusos e registrava em fotos. Uma das vítimas foi ameaçada por ele; caso contasse para alguém o que ocorreu, distribuiria as imagens na mídia".
Ainda de acordo com a PC, a vítima identificada, de 14 anos, passou por exames médicos que comprovaram a violência sexual logo após o crime ter ocorrido; a mãe teria achado estranho que a filha estava muito sonolenta, um dos efeitos do medicamento usado pelo autor para dopar a vítima.
Durante o mandado de busca e apreensão, a polícia localizou na casa do suspeito o medicamento usado nos crimes e anabolizantes. A PC chegou ao homem após relato de testemunhas, oitivas da PC e diligências da investigação. O homem foi levado à delegacia de plantão e deve ser entregue ainda nesta sexta-feira ao presídio, em Salinas.(G1 GRANDE MINAS)


Comentários