Municípios ganham medicamentos doados através de parceria entre AMAMS e Marinha do Brasil

Através de uma parceria, a Marinha do Brasil fez doação de 148.500 comprimidos de medicamentos aos municípios da área mineira Sudene, repassados à Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene - AMAMS, através do Consórcio Intermunicipal Inframinas. Esse lote de doações, conta com três tipos de medicamentos: o ansiolítico Diazepam; o analgésico Paracetamol e o antiviral Aciclovir, que é principalmente usado no tratamento de herpes. Todos estes medicamentos são produzidos pelos Laboratórios Farmacêuticos da Marinha, no Rio de Janeiro e que agora serão distribuídos aos municípios, para posteriormente chegar às comunidades carentes. Essa é a primeira vez que a Marinha do Brasil faz esse tipo de doação na área mineira da Sudene.
Os medicamentos chegaram à sede da AMAMS na quinta-feira e o presidente da AMAMS e prefeito de Bonito de Minas, José Reis, solicitou que fosse feito um planejamento de distribuição entre os municípios associados. A doação é uma iniciativa da AMAMS e teve início devido o fato de que a Prefeitura de Bonito de Minas compra vários medicamentos junto a Marinha do Brasil, por causa dos preços mais baixos, além da agilidade na entrega. No mês de junho a AMAMS tomou conhecimento de que a corporação militar tinha vários medicamentos que poderiam ser doados aos municípios.
Porém, um dos critérios para a doação realizada pela Marinha é de que o município interessado recolhesse o produto no Rio de Janeiro. A AMAMS então propôs tomar essa medida, desde que fosse uma doação em alta escala para justificar essa logística. A Marinha do Brasil aprovou a proposta e liberou 89.500 comprimidos de Paracetamol; 50.000 de Diazepam e 10.000 de Aciclovir. A doação dos medicamentos foi uma iniciativa do presidente da AMAMS, José Reis Nogueira de Barros e o diretor técnico Raphael Castro Mota. José Reis explica que abriu-se uma porta para as Prefeituras do Norte de Minas aderirem a ata de preços da Marinha do Brasil e com isso, comprarem medicamentos com preços mais baratos; e sempre uma vez por ano, pedir as doações, para que possam ser distribuídas aos carentes. Na manhã desta sexta-feira, o prefeito de Catuti , José Barbosa (Zinga), esteve na AMAMS e recebeu medicamentos para que sejam distribuídos em seu município.
 

Montes Claros, 28 de julho de 2017.

Ascom | AMAMS