pedagoga é presa por injúria racial após chamar segurança de hospital de 'macaco' e negro

Uma pedagoga foi presa por injúria racial em Montes Claros, nessa sexta-feira (21). De acordo com a Polícia Civil, ela ofendeu um segurança de um hospital e o chamou de ‘macaco’ e negro durante um atendimento. A ocorrência foi registrada nessa sexta-feira (21).
A delegada responsável pelo caso explicou que a pedagoga chegou ao hospital com um filho adolescente passando mal. Um outro filho dela, que é acadêmico de medicina, acompanhou o atendimento. “Ela também pediu para entrar alegando que o filho estava na condição de acadêmico, o segurança não deixou porque é permitido a entrada de apenas um acompanhante. A mulher ficou exaltada e chamou o segurança de macaco e negro”, disse a delegada Maria Angélica Fernandes Almeida Prado.

O segurança acionou a polícia e fez uma representação por injúria racial contra a mulher. Segundo a delegada, a pedagoga foi autuada em flagrante e liberada após pagar fiança de R$ 1 mil, mas vai responder pelo crime em liberdade. “O segurança e a enfermeira, que testemunhou o crime, foram ouvidos e na próxima semana, outras pessoas também serão ouvidas”, conclui a delegada.(G1 GRANDE MINAS)

Postagens mais visitadas deste blog

Cidade Itacarambi esta de luto, morreu Jasmim Seixas

FALECEU EM MONTES CLAROS JASMIM SEIXAS, DEPOIS DE FICAR INTERNADA VÁRIAS SEMANAS.

Jovem morre após atropelar pedestre e cair de motocicleta em Itacarambi.