Polícia descarta tese de homicídio em morte de homem encontrado decapitado em Bocaiuva

BOCAIÚVA - TERRA QUE RECEBEU A VISITA DE ALBERT EINSTEIN
Peritos da Polícia Civil descartaram a suspeita de assassinato na morte de um lavrador de 58 anos na zona rural de Bocaiuva. O homem foi encontrado decapitado e preso a uma égua, no Distrito de Engenheiro Dolabela, na sexta-feira (14).
Nesta terça-feira (18), o delegado responsável pelo caso, Leonardo Diniz, explicou que a tese de homicídio foi descartada devido às características dos ferimentos encontrados no corpo da vítima. “Acreditamos que possa ter sofrido um mal súbito e a égua se assustou. O pulso dele estava preso ao rabo do animal por um laço e não foi amarrado. Outra coisa, é que todas as ferramentas levadas pelo trabalhador foram encontradas no local; isso descarta que alguém tenha entrado para roubá-lo”.
A Polícia Civil acredita que o lavrador tenha sido arrastado por todo o território do sítio, cerca de 20 hectares. O delegado afirma também que a vítima já tinha sofrido um acidente semelhante. “Tempos atrás ele sofreu o mesmo tipo de acidente. Ele não praticava a montaria devido a problemas de saúde. Encontramos uma bolsa com tesoura e escova e acreditamos também que ele iria fazer a tosa desta égua”, completa Diniz. O delegado disse também que o inquérito deve ser finalizado ainda nesta semana.

GI GRANDE MINAS

Comentários