quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Polícia investiga mãe que enterrou feto em um lote vago

Um feto, de aproximadamente cinco meses, foi encontrado por moradores na cidade de Berilo, no Vale do Jequitinhonha, sendo arrastado por cachorros, nesse domingo (6). De acordo com a Polícia Civil, uma adolescente de 17 anos, que seria a mãe da criança, foi conduzida à delegacia de Capelinha; ela disse que teria perdido o bebê e o enterrado em um lote vago.
O companheiro dela, que seria o pai da criança, contou que a adolescente passou mal há cerca de uma semana e que a levou ao hospital da cidade; no local, ele teria perdido o bebê. O homem disse à polícia que não sabia que a jovem havia enterrado o filho deles em um terreno baldio.
A perícia da Polícia Civil constatou que o feto tinha aproximadamente 10 dias de morto. A adolescente foi liberada no mesmo dia, uma vez que, pelo tempo de morte do bebê, não foi caracterizado flagrante do ato infracional.
No Hospital Municipal de Berilo, segundo a direção do local, há registro de entrada da adolescente no mesmo dia em que o feto foi encontrado, nesse domingo (6), mas não consta que ela tenha ganhado o bebê nas dependências do hospital. A direção informou ainda que não emitiu atestado de óbito para o filho da jovem, e que ela só teria autorização para retirar o corpo do local com a documentação em mãos.

De acordo com a delegada responsável pela ocorrência, Raquel Bertola, caso fique constatado pela perícia que a adolescente fez o aborto, ela pode ser acusada de ato infracional análogo a homicídio, ou abandono de incapaz.(G1 GRANDE MINAS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGEM EM DESTAQUE

Alunos da Creche Gente Inocente retornam às aulas após 15 dias do ataque em Janaúba

Os alunos da Creche Gente Inocente, incendiada pelo vigia  Damião Soares dos Santos , retornaram às aulas na manhã desta quinta-feira (19...