AMAMS mantém vaga no Conselho Deliberativo da Sudene

 

AMAMS mantém vaga sua no Conselho Deliberativo da Sudene (Condel). O norte-mineiro Ronaldo Mota Dias, secretário-executivo da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene - AMAMS e ex-prefeito de Coração de Jesus e São João da Lagoa foi nomeado pela Associação Brasileira de Municípios para assumir a vaga deixada pelo presidente da AMAMS, José Reis Nogueira de Barros, prefeito de Bonito de Minas, que se afasta do cargo no dia 7 de abril. Nesta última quarta (04/04), Ronaldo Mota Dias participou da reunião do Condel, realizada em Brasília.
Assim, a região continuará com dois representantes no Condel, pois o empresário Adauto Batista, presidente da Federação das Industrias no Norte de Minas - FIEMG, representa a Confederação Nacional das Industrias. Minas Gerais conta ainda com outros três representantes: o governador Fernando Pimentel e os representantes dos trabalhadores do comércio e na indústria.  Na correspondência encaminhada ao Ministério da Integração Nacional, a Associação Brasileira de Municípios indicou Ronaldo Mota Dias como representante da entidade.
Na reunião de quarta-feira, os conselheiros aprovaram proposição que trata da ampliação do público alvo do Programa FNE Sol, que passa a abranger, já este ano, pessoas físicas. O financiamento possibilitará a aquisição isolada de sistemas de micro e minigeração distribuída de energia elétrica, que serão instalados em residências e/ou condomínios residenciais. Com a aprovação, pessoas físicas poderão adquirir sistemas para geração de energia solar fotovoltaica, via FNE.
O presidente da AMAMS, José Reis, destaca que a aceitação do nome de Ronaldo Mota Dias representando a AMAMS no Condel, vem reconhecer a importância da participação da Associação junto à Sudene, além de manter uma aproximação que, segundo o Superintendente da Sudene, Marcelo Neves, não acontecia há vários anos. Ronaldo Mota, que já foi presidente da AMAMS de 1999 a 2002 se diz honrado por poder fazer parte de um grupo comprometido com o desenvolvimento da área mineira da Sudene.


Foto: Albino Oliveira
Ainda sobre a linha de crédito para energia solar, o superintendente da Sudene, Marcelo Neves, afirmou que “ vai incrementar toda uma cadeia industrial e de serviços, trazendo bons resultados para a nossa região". O encontro foi marcado pela assinatura de contratos relativos ao FIES, renegociação de dívidas de agricultores rurais e financiamento de projetos de energia renovável (eólica e solar).

Montes Claros, 05 de Abril de 2018

Ascom | AMAMS

Comentários